Câncer - A escolha do Tratamento

20/09/2013 21h29

Afinal, como meu Tratamento é Escolhido?!?

Por: Revista Saúde Atual
 
Dra. Viviane Andreatta
Oncologia Clínica Dra. Viviane Andreatta
Oncologia Clínica

Já parou para pensar nos últimos avanços da medicina?

Pode imaginar como foram descobertos os medicamentos para tratar os mais diversos tipos de doença, desde as menos graves até doenças como Câncer?

Equipamentos para detectar doenças como aparelhos de Ressonância Magnética e PET?

Todos esses avanços somente foram possíveis através da realização de pesquisa clínica!!

A pesquisa clínica é uma investigação de que envolve seres humanos e que tem por finalidade comprovar que determinado medicamento funciona para determinada doença... e mais, se este medicamento é seguro para o doente (se os efeitos colaterais são poucos e suportáveis).

Um estudo clínico é uma pesquisa científica que pretende responder uma pergunta sobre determinada intervenção, que deve ser controlada a fim de avaliarmos a segurança e eficácia desta intervenção.

Quando conduzimos um ensaio clínico com um medicamento, dividimos o processo em fases:

1 - Fase Não Clínica: Testa-se a substância em laboratório e em animais de experimentação, cujo objetivo é verificar como ela se comporta no organismo;
2 - Fase Clínica: É a fase de testes em seres humanos. Composta por quatro fases sucessivas e somente depois de concluídas todas elas, o medicamento poderá ser liberado para comercialização e disponibilizado para uso na população:

Fase I: Testa o medicamento pela primeira vez, em 10 – 30 pessoas. Se o produto se mostrar seguro, passamos para a próxima fase;

Fase II: Participam desta fase 70 – 100 pessoas, avalia-se se a droga é eficaz contra determinada doença. Se os resultados forem bons passamos para a fase seguinte;

Fase III: Aqui o novo tratamento é comparado com o tratamento padrão existente. O número de pessoas aumenta para de 100 – 1000. Algumas ve-zes este estudo testa se uma combinação de dois medicamentos é melhor que a utilização de somente um;

Fase IV: Esta fase é usada para comprovar os resultados na fase anterior e acompanhar os efeitos dos medicamentos a longo prazo. Nesta fase o medicamento já foi aprovado para comercialização.

A partir de então temos um protocolo de tratamento. Este é um documento por escrito que define todo o planejamento a ser executado para que os resultados sejam reproduzidos na prática clínica diária. Isto é, quais os critérios para indicar ou selecionar os doentes que se beneficiam, o núme-ro de consultas a serem feitas com cada paciente, quais exames devem ser pedidos e qual a frequência, a dose e a forma de administração (se por in-fusão intravenosa a cada 21 dias ou a cada 15 dias) e também a duração (durante um ano ou 06 meses).

E o que quer dizer tudo isso?
Significa que na verdade o tratamento do Câncer é igualmente realizado aqui em nossa cidade ou em qualquer parte do país... O que muda é o diagnóstico do tumor e o tamanho dele, pois isto sim influencia na escolha cor-reta do melhor protocolo a ser executado para determinado paciente.

Dra. Viviane Andreatta
Oncologia Clínica

Envie seu Comentário